19 de nov de 2015

5 razões para assisitir Jogos Vorazes A Esperança O Final

Olá pessoas!

Ainda me recuperando da sessão bombástica de A Esperança O Final que assisti ontem, venho aqui compartilhar com vocês o que eu achei do filme.


Primeiramente, essa foi a minha reação do início ao fim:


É eletrizante, emocionante, é ÉPICO

Eu tava achando toda aquela propaganda de "nada pode te preparar para o final" meio exagero sabe?! E confesso que fiquei com o pé atrás em relação ao filme. Mas para nossa alegria foi tudo muito bem feito. Tudo lindo! Lacrando a trilogia/saga, seja lá o que for!



Pra quem não está muito situado sobre o que rola em A Esperança aqui tá a resenha do livro, e aqui a resenha da primeira parte do filme. 

Pra ficar um post mais dinâmico e facilitar a leitura vou pontuar 5 razões principais para você assistir logo o filme. 
Relembrando que Jogos Vorazes é uma trilogia escrita por Suzzanne Collins, uma trama com a melhor protagonista de todos os tempos: Katniss Everdeen. Um livro cujo público alvo são adolescente, ou young adult, mas que propõe algo muito além de romance mela cueca. Aliás o romance sequer é o foco da história, que trata mesmo é de questões políticas, tirania, política do pão e circo, manipulação de informação e de massas e por que não: protagonismo feminino. Afinal, quem dita os cursos da história nos livros são as mulheres!

Depois dessa breve sinopse/tributo à melhor trilogia que já escrita, vamos às 5 razões para você assistir A Esperança O Final no cinema.

Razão nº 1 O roteiro foi muito bem escrito, e temos um filme fiel ao livro. Eu ainda estou tentando pensar em algumas partes que faltaram, porém foi tudo tão bem construído, que tá difícil. Tivemos algumas alterações em acontecimentos na adaptação, porém se você leu o livro não vai se decepcionar. E quem não leu, não se preocupe, porque é explicado tudo direitinho. Não tem como se perder. 

Razão nº 2 As atuações estão perfeitas! 
Todo o elenco desempenha com maestria suas funções. Destaque para o Josh Hutcherson. Ele quase não tem falas nesse filme, mas suas expressões e olhares falam mais que mil palavras. De completamente insano para apaixonante, ele muda o tempo todo e sempre surpreende, até voltar a ser o Garoto do Pão que tanto amamos. Isso na medida do possível é claro. 



Razão nº 3 Ação e emoção se equilibram na telona de uma forma que contribui brilhantemente para o resultado final do filme. Assim temos diálogos, confrontos, explosões, romance e suspense na medida certa. Tudo bem enquadrado pelo diretor, deixando o espectador alerta durante todo o filme. Vai por mim, você não vai sequer piscar! 



Razão nº 4 As cenas de ação e suspense foram muito bem produzidas. Efeitos visuais de qualidade excelente, e um clima de inquietude que nos acompanha durante todo o filme. 

As cenas de suspense (que são muitas!) merecem um destaque especial. São de arrepiar e tirar o fôlego. Tipo: o que foi aquela cena dos bestantes??? Acho que tem diretor por aí que anda assistindo muito The Walking Dead. (Só pra vcs terem uma noção. Rsrsr) Sem contar que a Capital é a melhor arena de todas.

Cena da luta contra os bestantes nos túneis da Capital.

A tensão em volta dos conflitos políticos, e particulares _ porque no fundo cada personagem ali tem sua própria luta_, da trama é exposta de forma coesa, deixando claro que não é só mais um filme adolescente. Mas uma saga épica que com certeza deixará toda uma geração marcada.

Razão nº 5 Nada pode te preparar para o final! 
Assim como davam lenços no final da sessão de A Culpa é das Estrelas deviam dar no final das sessões de A Esperança O Final. Enquanto Katniss segue para o fim de sua jornada, determinada a matar Snow, muitos ficam pelo caminho. E não só os que morrem, mas ao longo da trama vemos o quanto de cada um dos personagens vai mudando. Desde a própria Katniss até até o Snow. E em sua maioria são mudanças bem dolorosas.


As mortes que quem leu o livro já sabia que aconteceriam, não foram menos difíceis de encarar. Aqui entra um spoiler. A morte da Prim foi muito fiel ao livro. Rápida! A gente não sabia se a Katniss tava sonhando, se aquilo realmente tava acontecendo, se eram alucinações... Foi tudo tão rápido. Tão triste. Boom!!! Acabou.

Ahhhhh... É muita lágrima pra pouco olho!

Eu amei o livro, amei a primeira parte do filme, e a conclusão, exceto pelas cenas finais, que fugiram um pouco do foi proposto no livro pela Suzzane Collins, foi perfeita. Acontece que no livro fica bem claro que apesar de estarem felizes, Katniss e Peeta são sobreviventes de uma guerra que mudou o curso de suas vidas, e de toda uma nação. Eles estão felizes, mas os horrores que viveram irão acompanhá-los pro resto da vida, e no filme isso não ficou muito claro. 

Na minha opinião a recuperação dois dois foi feita de forma muito limpa. O único momento em que realmente a gente vê que é tudo mais complicado do que parece é quando ela conta pro Buttercup (o gato) que a Prim morreu. Que é o momento em que ela se permite falar isso em voz alta. E cara foi de arrepiar! Até a baba dela caindo. Foi intenso, triste e conseguimos sentir a revolta e o desalento da personagem. Palmas pra Jenn que merece outro Oscar.

Se tivessem investido mais nas marcas que ficaram dos Jogos e  da guerra neles, nas outras cenas do final, acho que não ficaria essa sensação de fechamento alá Crepúsculo. Além é claro de que pra lacrar mesmo deveria ter terminado com ela cantando a Canção do Vale. Aí ninguém ia conseguir sair em pé do cinema. Haha

Trailer


A saga Jogos Vorazes mostrou a que veio desde o primeiro filme. E A Esperança O Final fechou com chave ouro. 

O tão aguardado epílogo!


Se ainda não assistiu vai. Porque é um filme derrubador de forninhos! 






Nenhum comentário:

Postar um comentário