11 de fev de 2015

Então?! Vamos falar de cinema? Cinquenta tons de cinza Filme

O primeiro fato sobre #CinquentaTonsFilme é: Não tem nada que você já não tenha visto na novela das nove. Ou nas séries da Netflix.


(Não basta estar de madrugada no cinema, vendo pornô literário, tem que acontecer alguma treta, pra lacrar a noite! Dessa vez a Ludmila, que agora pegaria o Christian Grey a qualquer hora (ela ainda não o conhecia), perdeu a chave do carro e teve que sair no meio da sessão pra procurar. Sem emoção não tem graça!)

Agora, vamos aos outros fatos.

O filme me surpreendeu_ de forma positiva, em muitos aspectos, desses o principal foram os atores. Destaque para Dakota Johnson. Gostei dela logo quando anunciaram o elenco. Achei que era a cara da Anastasia Steele mesmo. E pra alegria geral ela é uma ótima atriz. E tem expressão facial (ao contrário da personagem que inspirou sua criação). Além de ser muito engraçada. Jamie Dornan também não deixa a desejar. Não tinha achado ele suficientemente bonito para ser o Christian, mas aí ele apareceu com aquela voz maravilhosa e aqueles olhos penetrantes, não tem como não aprovar. Agora até acho ele maravilhoso! E intenso e intimidador e limpo.

E se tem uma coisa que amo, é expressão facial e ambos os protagonistas tem, e não temem usar.


Muitas das cenas de sexo não estão no filme. As que estão são sim bem intensas. Até um pouco detalhistas, mas nada que fira (na minha opinião e na das bests que arrastei pro cinema meia noite) a moral e os bons costumes. Sinceramente? Não sei o porque de tanto estardalhaço. Não é metade do que é o livro. Como disse uma amiga"é uma comédia romântica. Só que com muita nudez". E é mesmo. E esse é outro aspecto positivo do filme. O humor foi inserido na trama de forma sutil. Não parece forçado mas, uma consequência natural das situações em que os personagens se envolvem. 

Resumindo: o filme é muito bom! Melhor até que o livro. Tô até com vontade de ler o terceiro. 
_São mais de 400 páginas.
Vontade passou.

Mas com certeza verei os próximos filmes, que se manterem a qualidade de edição desse tem tudo para ser sucesso. São planos de detalhe perfeitos, como da mania irritante que a Ana tem de morder o lábio, ou de um gelo na boca e uma mão aqui e ali, entre outros detalhes que deram um certo charme e tom minimalista ao filme. Além da fotografia que ilustra bem as mudanças de humor de Christian, passando de uma cena escura para outra totalmente clara. O que pode desorientar o espectador. E por fim, a trilha sonora que é simplesmente perfeita! Lacrou!



Pros amantes da literatura e desconfiados quando o assunto são adaptações, não se preocupem o essencial é mantido e sem distorcer ou inventar cenas desnecessárias. Lembram dos e-mails que eles trocam? Estão lá, e as mensagens de texto também. E a química que eu temia faltar entre os atores também. Eles ficaram perfeitos juntos. Paguei língua, porque até sorriso torto o Dornan tem.

Não posso terminar sem falar do público. 99%  eram mulheres. E gente que ovolução era aquela no cinema? Parecia sessão do Crepúsculo com meninas de 12 anos. Sério! Uma rasgação de calcinha que fiquei de cara. E tinha gente lá de todo tipo: Adolescente, mulher, mãe, vó, tia, gays. Todo mundo se agarrando a utopia de um dia na vida encontrar seu Christian Grey e sair pra passear de avião ao nascer do Sol. Não custa nada sonhar neh!

Fica aí a dica para o carnaval: Assistir Cinquenta Tons de Cinza.

É isso. Bjos inté!

Trailer: Cinquenta Tons de Cinza





Um comentário:

  1. Olá!

    Acabei de assistir e vim conferir a sua opinião, sem querer eu acabei citando sua frase sobre a novela na minha resenha sem querer, pois eu lembrava da frase, mas não sabia de onde, qualquer coisa me avisa que eu mudo OK?! Agora vamos ao filme...

    Bem que você disse que eu ia amar, não só amei como estou apaixonada pelo casal protagonista e super ansiosa para a continuação. Achei as cenas de sexo de muito bom gosto e o romance muito fofo.

    Espero que eles mantenham a qualidade nós dois outros filmes.

    Adorei a resenha!

    Beijos

    http://osuficientee.blogspot.com

    ResponderExcluir