24 de jun de 2014

Quotes de A Esperança + Teaser

Enquanto a Liongaste não libera o trailer de A Esperança parte 1 eu compartilho com vocês os trechos do livro que eu mais gostei.






"– Ah, não. Custa muito mais do que sua vida. Assassinar pessoas inocentes? (...) Custa tudo o que você é.
pág. 31

"_Se vencermos, quem vai ficar no governo? _ pergunta Gale.

_Todos _ diz Plutarch a ele,_ vamos formar uma república. (...) Isso já funcionou antes.

_Nos livros _ murmura Haymitch.

_Nos livros de história _ diz Plutarch. _ E se nossos ancestrais conseguiam, então também vamos conseguir.

Francamente, nossos ancestrais não parecem merecer esse respaldo todo. Enfim, olha o estado em que nos deixaram, com as guerras e o planeta destroçado. Visivelmente não davam a mínima para que poderia acontecer com as pessoas que viveriam depois deles."
págs. 95 e 96

"_ Katniss não acho que o presidente Snow vai matar Peeta _ diz ela. (...) _ Se fizer iss, ele não vai ter mais ninguém que você queira. Ele não vai mais ter nenhuma forma de ferir você."
Prim, pág. 165

"(...) ele me desafiou a apagar quaisquer dúvidas de meu amor por Peeta. 'Convença a mim', disse Snow. Ao que parece, sob aquele céu quente e cor-de-rosa com a vida de Peeta no limbo, eu finalmente o convenci. E ao fazê-lo, dei a ele a arma de que precisava para me quebrar."
pág. 171

"Uma pontinha de ciúmes me atinge. Não de Finnick ou de Annie mas, da certeza deles. Ninguém que os visse duvidaria do amor de um pelo outro."
pág. 192

"Meus lábios estão começando a formar o nome dele quando suas mãos apertam meu pescoço."
pág. 193


"_Não deixe que ele o tire de mim.

Peeta está arquejando intensamente enquanto luta contra os pesadelos que atormentam sua cabeça.

_Não. Eu não quero…

Seguro as mãos dele com tanta força que chega a doer.

_Fique comigo.

As pupilas dele se contraem até virarem pontinhos pretos, dilatam-se novamente compág.  rapidez e então retornam a algo que parece um estado de normalidade.

_Sempre_ murmura ele."
pág. 338

"Acho que Peeta tinha certa razão quando disse que poderíamos destruir uns aos outros e deixar que outras espécies decentes assumissem o planeta. Porque há algo significativamente errado com uma criatura que sacrifica as vidas de seus filhos para resolver suas diferenças. Para onde quer que você se vire, você enxergará esse tipo de visão de mundo. Snow pensava que os Jogos Vorazes eram uma forma de controle eficiente. Coin pensava que os paraquedas apressariam o fim da guerra. Mas no fim, a quem tudo isso beneficia? A ninguém. A verdade é que viver num mundo onde esse tipo de coisa acontece não traz benefícios a ninguém."
pág. 405 

"Lentamente, depois de muitos e muitos dias perdidos, volto à vida."
pág. 415


"Acordo de pesadelos com bestantes e crianças perdidas. Mas seus braços estão lá pra me consolar. E por fim, sua boca. Na noite em que sinto aquela coisa novamente, a ânsia que tomou conta de mim na praia, sei que isso teria acontecido de um jeito ou de outro. Que aquilo de que necessito para sobreviver não é o fogo de Gale, aceso com raiva e ódio. Eu mesma tenho fogo suficiente. Necessito é do dente de leão na primavera. Do amarelo vívido que significa renascimento em vez de destruição. Da promessa de que a vida pode prosseguir, independentemente do quão insuportáveis foram nossas perdas. Que ela pode voltar a ser boa. E somente Peeta pode me dar isso."
pág. 417

"Meus filhos, que não encaram com indiferença a letra da canção: 

Bem no fundo da campina, embaixo do salgueiro
Um leito de grama, um macio e verde travesseiro
Deite a cabeça e feche esses olhos cansados
E quando se abrirem, o sol já estará no alto dos prados

Aqui é seguro, e aqui é um abrigo
Aqui as margaridas te protegem de todo perigo
Aqui seus sonhos são doces
E amanhã serão lei
Aqui é o lugar onde sempre lhe amarei"
págs. 418 e 419


Assim como em Jogos Vorazes, em A Esperança também tem música.

A Árvore Forca


E pra finalizar, que tal assistirmos ao vídeo/teaser lançado essa semana pela Liongaste?



Kiss bye!


Nenhum comentário:

Postar um comentário